my site

343f8e38d4344aa4a9faf44eadc32296.jpg

14/06/2016  13:39


Exército realiza concurso para preenchimento de 440 vagas na EsPCEx


Ainda dá tempo de se inscrever no processo de admissão para a Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx). A instituição abriu vagas para 440 candidatos, sendo 400 vagas masculinas e 40 femininas. A seleção é composta por quatro etapas: Exame Intelectual, Verificação dos Requisitos Biográficos, Inspeção de Saúde e Exame de Aptidão Física. O curso, de nível superior, tem a duração de cinco anos em regime de internato, sendo o primeiro ano realizado em Campinas/SP e os demais em Resende/RJ.

Para participar é preciso ser brasileiro nato, ter concluído o ensino médio antes do fim da seleção, ter altura mínima de 1,55m para mulheres e 1,60m para homens, sendo que candidatos masculinos com até 16 anos podem ingressar no curso com a altura mínima de 1,57m, se for comprovado por exame especializado a possibilidade de crescimento.

As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de junho pelo site www.espcex.ensino.eb.br, onde será emitida uma Guia de Recolhimento da União (GRU) para o pagamento da taxa de R$ 90.





14/06/2016  13:34

Educando para Respeitar e CCR Barcas promovem

palestra na semana do meio ambiente


IMG-20160609-WA0029.jpg

A semana do meio ambiente foi marcada por uma ação especial em Mangaratiba. Na última quarta-feira, dia 8 de junho, a CCR Barcas e o Instituto CCR, em parceria com o Projeto Educando para Respeitar, do Iate Clube de Muriqui promoveram uma palestra sobre Educação Ambiental para os alunos do Colégio Estadual Montebello Bondim, em Vila Muriqui.

O propósito do evento foi a promoção, entre o público jovem, de uma maior conscientização sobre a importância de preservar a natureza. Ao final do encontro, os estudantes receberam camisas do Projeto Educando para Respeitar, além de sementes para o plantio na horta da instituição.

O Educando para Respeitar é um projeto do Iate Clube de Muriqui que tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a necessidade de cuidar do meio ambiente e, em especial, promover a manutenção do litoral de Mangaratiba através da educação. Entre as principais propostas da iniciativa estão a distribuição de material informativo e a realização de ações locais para a proteção ambiental.





facebook.jpg

14/06/2016  13:26


TRE vai usar Facebook para receber denúncias nas Eleições 2016


As eleições municipais estão chegando e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro decidiu usar o Facebook para combater irregularidades nas campanhas. A rede social será um dos principais meios para que os eleitores encaminhem denúncias de abusos cometidos pelos candidatos. Para isso, será criada uma página específica para este fim, onde, além de comunicar irregularidades, os eleitores poderão acompanhar o andamento das denúncias feitas por meio da rede social.

Além da página no Facebook, o TRE também vai disponibilizar um número de WhatsApp para receber informações. As denúncias também poderão ser comunicadas pelo site do TRE, pelo e-mail propaganda.eleitoral@tre-rj.jus.br e também pelo telefone da Ouvidoria do órgão: (21) 2524.5806.





14/06/2016  13:16


Lei determina o uso do farol baixo durante o dia nas rodovias


A partir de agora os motoristas estão obrigados a usar o farol baixo durante o dia em rodovias. A Lei 13.290/2016, que regulamenta a determinação e altera o Código de Trânsito Brasileiro, foi publicada na edição do dia 24 de maio do Diário Oficial da União.  O objetivo da normatização é aumentar a segurança nas estradas, colaborando para a redução do número de colisões entre veículos.

Quem descumprir a determinação está cometendo infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação. A lei entra em vigor 45 dias após a publicação oficial, ou seja, em 08 de julho de 2016.

86024.jpg




60f04ab1baa145b4a3fc14ef213c5fe2.jpg

14/06/2016  13:05


Passaporte cultural oferece vantagens em eventos no Rio


Cariocas, fluminenses ou mesmo turistas já podem obter o Passaporte Cultural Rio. O funcionamento do benefício é parecido com o das carteirinhas de estudante permitindo que o usuário desfrute de diversas opções culturais gratuitamente ou com descontos especiais. O passaporte é válido durante o chamado "período olímpico", que vai de maio a setembro de 2016, possibilitando maior acesso a eventos, espetáculos, exposições, shows, teatros, museus, centros culturais, lonas, arenas, bibliotecas etc. Alguns hotéis, bares, restaurantes e até o metrô também oferecem descontos para os usuários do Passaporte Cultural Rio.

O benefício é gratuito para qualquer brasileiro, mas turistas pagam uma taxa de R$ 15 para obter o passe, que pode ser feito pelo site www.passaporteculturalrio.com e retirado nos postos montados no Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca ou na Cinelândia, no Centro do Rio. Quem mora no Rio também tem a opção de receber gratuitamente pelo correio, desde que informe um endereço dentro do município.





peixoto.jpg

16/05/2016 11h40

Fundação Mário Peixoto tem rogramação especial para os 85 anos de "Limite"


O mês de maio tem celebração especial em Mangaratiba, pois é quando se comemora o 85º aniversário do filme "Limite", do diretor Mário Peixoto. Para quem não sabe, "Limite" é um ícone do cinema mundial, tendo sido filmado integralmente em Mangaratiba e abordando temas como a passagem do tempo e as condições humanas.

É por isso que, até o final de maio, a Fundação Mário Peixoto estará promovendo uma série de eventos, começando pela exposição "Paisagens de Mário" que conta com 20 fotografias dentro da temática "paisagens culturais".

Além disso, entre os dias 16 e 20 de maio serão exibidos documentários relacionados ao filme como “O Homem e o Morcego”, de Rui Solberg; "O Homem e o Limite", de Ruy Santos; “O Mar de Mário”, de Reginaldo Gontijo; “Onde a Terra Acaba”, de Sérgio Machado.

A programação comemorativa será encerrada com a exibição de "Limite" na Praça Robert Simões, com o acompanhamento musical da Cia. De Ópera Quinteto Imperial, que fará a trilha sonora do filme ao vivo.





16/05/2016 11h35

Sebrae/RJ lança Selo de

Qualidade do Turismo Náutico


image1.jpg

Com objetivo de fomentar o turismo na Costa Verde, o Sebrae/RJ lançou o Selo de Qualidade do Turismo Náutico em evento ocorrido em Angra dos Reis no último dia 04 de maio. O Selo pioneiro é um projeto piloto que poderá, inclusive, ser adotado em todo o país uma vez que não há outro órgão que emita certificações voltadas para esse segmento. A ideia é atestar a qualidade dos serviços prestados pelas embarcações de turismo da região por meio de requisitos específicos de desempenho para a avaliação dessas atividades.


As empresas que se inscreverem no programa participarão respondendo a questionários, recebendo capacitação, passando por testes de cliente oculto, entre outras etapas do processo, que incluem a consultoria da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O analista do Sebrae, Thiago Ruivo Fernandes, explica que a proposta não é uma iniciativa para fiscalizar o setor, mas, sim, uma forma de certificar aquelas empresas que primam pela eficiência do turismo na região. "Nesse piloto vamos enfocar vinte embarcações que transportam turistas pela Costa Verde. A adesão é voluntária e ano a ano as empresas serão reavaliadas, pois o objetivo é a melhoria contínua da qualidade do serviço", explica Fernandes.


Um dos únicos representantes de Mangaratiba no evento, o Comodoro do Iate Clube de Muriqui e ex secretário de turismo da Prefeitura de Mangaratiba, Cledson Barboza, destacou a importância dessa certificação no fomento às atividades turísticas da região. "Infelizmente, os nossos últimos governos não fizeram o seu papel com políticas públicas sérias e hoje vemos esta atividade sendo explorada de forma amadora e sem nenhum incentivo. Precisamos de pessoas comprometidas com a comunidade náutica para poder gerar empregos e não subempregos na alta temporada, além de estimular o turismo sustentável no que temos de mais precioso em nossa região: o mar, as praias e as ilhas", finaliza o Comodoro.





16/05/2016 11h30

Imunização contra a gripe começa,

mas faltam vacinas em Mangaratiba




Uma semana depois do início da Campanha de Vacinação contra a Influenza, já faltam doses nos postos de Mangaratiba. Mas o problema não é apenas local. Inúmeros municípios brasileiros também estão passando por dificuldades para imunizar a população, sob o argumento de não terem recebido a quantidade de doses necessárias para atender a todos os pacientes. Em Mangaratiba, somente no dia 30 de abril, o Dia D da vacinação, já havia sido imunizado 43% do grupo prioritário estipulado pelo Ministério da Saúde para receber as doses no município. Na última atualização da coordenação de imunização da Prefeitura Municipal, até o dia 4 de maio, o alcance já havia chegado a 55%, restando cerca de 900 doses a serem aplicadas.


Com isso, a população de diversos distritos não está conseguindo se imunizar. É o caso da dona de casa J., 25 anos, que prefere não ser identificada. Ela tentou vacinar o filho de 2 anos no posto de saúde da Praia do Saco e foi orientada a aguardar, pois não há doses disponíveis. "Eu telefonei para saber se poderia levar o meu filho, mas informaram que a vacina está em falta, que é para continuar ligando durante a semana para saber quando estará disponível, pois não há previsão de quando vai chegar mais", conta.

A coordenadora de enfermagem do Hospital de Mangaratiba, Carla Mota, explica que a adesão da população à campanha tem sido muito positiva, no entanto, devido à demora no repasse das doses por parte do Estado, alguns postos realmente estão ficando desabastecidos. "A procura tem sido muito grande, mas em algumas unidades já acabaram as vacinas", esclarece a coordenadora.


Procurada para comentar o assunto, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou nota na qual informa que "recebeu do Ministério da Saúde (MS) aproximadamente dois milhões de doses de vacina contra o vírus influenza - equivalente a cobertura de 50% do público alvo, de acordo com o cronograma previsto do MS, e distribuiu aos 92 municípios. São mais de 3 mil postos de saúde municipais atuando na distribuição da vacina. A SES antecipou a vacinação para 25 de abril orientando os municípios a imunizarem gestantes, pacientes renais crônicos e crianças entre seis meses e menores de cinco anos". A SES também destacou que "os municípios têm autonomia para gerenciar as doses de vacina em seus estoques, que eram suficientes para garantir a imunização dos grupos prioritários. A SES ressalta ainda que desde o fim de semana estão disponíveis novas doses da vacina para retirada dos municípios".

Sobre a afirmação da SES em nota, a coordenadora de enfermagem do Hospital de Mangaratiba rebate: "no primeiro dia, a minha equipe já foi buscar mais vacinas, mas conseguimos apenas mil doses, o que não é o suficiente para atender Mangaratiba uma vez que temos não apenas a população local, mas os turistas que vêm aos postos e eu não posso negar o atendimento a eles; além disso, o estado também não está contabilizando os portadores de comorbidades, então, não temos a quantidade real de que precisamos para atender a todo o grupo prioritário", resume Carla.


O Ministério da Saúde nega que haja a falta de vacina para a proteção do público prioritário. Além disso, destacou que, no último sábado, denominado o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, os estados brasileiros já haviam recebido 95% do total das doses a serem utilizadas durante toda a campanha, sendo que teriam sido enviadas, somente para o Estado do Rio até o dia 06 de maio, 3.946.370 vacinas, o correspondente a 89% do público-alvo. O total estimado a ser aplicado no estado no decorrer da Campanha 2016 é de 4.456.600 doses.


Corrida aos postos

Uma verdadeira corrida aos postos de saúde foi iniciada pela população após o anúncio da Campanha contra a Influenza. O motivo é o medo de contrair a doença que, apenas nos primeiros cinco meses de 2016, já matou 21 pessoas no Estado do Rio e 290 em todo o país.

A vacina influenza trivalente protege contra os três subtipos de vírus com mais incidência durante o inverno: A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B. A campanha de imunização acontece até o dia 20 de maio e espera-se que pelo menos 90% do grupo prioritário seja vacinado nesse período.

Em todo o Estado, estima-se que 4 milhões de pessoas façam parte dos grupos prioritários, que incluem crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, gestantes, idosos, mulheres com até 45 dias após o parto, pessoas com doenças crônicas e profissionais de saúde. Para receber a imunização, os portadores de comorbidades devem apresentar a indicação médica informando o tipo de enfermidade do paciente e solicitando a prescrição da vacina. Quem se sentir prejudicado ou tiver dificuldades em receber a imunização pode registrar a sua reclamação na Ouvidoria do Sistema Único de Saúde (SUS) que atende no número 136.





11224178_1652893831623063_8074982450706691578_o.jpg

16/05/2016 11h21

Mangaratiba inaugura o Centro de Tradições Populares


Com o objetivo de proporcionar à população o acesso à atividades culturais diversas, a Fundação Mário Peixoto inaugurou, no dia 6 de maio, o Centro de Tradições Populares de Mangaratiba (CTPM). O espaço funciona no antigo Clube King Night em Itacuruçá e foi criado para oferecer alternativas de lazer com foco nas tradições populares, tais como: capoeira, jongo, folia de reis, forró pé de serra, instrumentos caiçaras; além de aulas de dança, grafite, zumba, entre outras. Todas as atividades são gratuitas.

A inauguração do CTPM contou com apresentações dos grupos MangaraPira e Folia de Reis da Serra do Piloto, bem como ações recreativas para as crianças. O Centro de Tradições Populares de Mangaratiba está localizado à Rua Décio Nogueira de Oliveira 397, no Bairro Brasilinha, em Itacuruçá.





ifdbusigubidg.jpg

25/04/2016 10h50

Buraco exige atenção na RJ-14

Um enorme buraco na RJ-14, entre as praias Brava e da Apara, está exigindo atenção redobrada dos motoristas que passam pelo local. Há tempos parte do asfalto cedeu, mas até agora o problema não foi solucionado. De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Mangaratiba, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e a empresa vencedora da licitação emergencial já iniciaram os preparativos para realizar a  manutenção no local. O prazo para o início das obras é de até 10 dias.





25/04/2016 10h50

Iate Clube de Muriqui desenvolve projeto

para limpar as praias de Mangaratiba


_DSC9853.jpg

Sempre preocupado com a preservação ambiental, o Iate Clube de Muriqui lançou no mês de março o projeto "Educando para Respeitar". A iniciativa tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância de manter o litoral de Mangaratiba limpo, uma vez que as praias são alguns dos principais atrativos da região.


De acordo com o Comodoro do Iate Clube de Muriqui, Cledson Dutra Barboza, a proposta foi desenvolvida pelos gestores do grupo com a ideia de realizar mutirões de voluntários para uma verdadeira "faxina" nas orlas do município. "Isso surgiu de uma conversa entre o nosso grupo e achamos por bem começar pela parte ambiental, que é o maior atrativo da região, com as nossas praias, matas, cachoeiras, e a gente vê a falta de 

respeito que as pessoas têm com o meio ambiente. Assim, começamos uma ação voltada exatamente para essa questão, embora isso seja apenas o primeiro passo de outras iniciativas educativas que vão envolver outras áreas também", explica o Comodoro.


O projeto segue o exemplo do projeto internacional Clean Up The World (limpar o mundo, com tradução livre) tendo em vista que a poluição das praias é um problema social e que é necessário instruir a população e os visitantes para uma conscientização ambiental associada a uma mudança de comportamento. "O Educando para Respeitar tem uma conotação muito importante para a nossa cidade porque através da educação é 

possível mudar o conceito de valores que hoje praticamente não se estimula: o valor do respeito ao outro, de respeito à própria natureza, de respeito à família, às leis. E a gente vê a falta disso hoje, por isso acredito que a educação é a base de tudo" finaliza Cledson.


O projeto "Educando para respeitar" disponibiliza material informativo a todos os 

interessados. Você pode retirá-lo na sede do Iate Clube de Muriqui.





 25/04/2016 10h50

Jovens de baixa renda podem viajar de graça em ônibus e trens interestaduais


Young-Adults.jpg


Os jovens de baixa renda com idades até 29 anos já têm o direito de viajar gratuitamente no transporte interestadual. Isso ocorre porque no último dia 31 de março entrou em vigor a Resolução nº 5.063/2016 da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que regulamenta a gratuidade na compra das passagens. A partir de agora, as empresas de ônibus estão obrigadas a fornecer duas vagas gratuitas a esse público e, em caso de os assentos sem cobrança se esgotarem, devem reservar mais duas vagas com desconto de 50%. As gratuidades são válidas em ônibus e trens convencionais.  


Para ter direito ao benefício é preciso solicitá-lo no ponto inicial da linha pelo menos três horas antes da viagem. Para isso, basta apresentar a Identidade Jovem (emitida pela Secretaria Nacional da Juventude) e um documento oficial com foto, como o RG ou a CNH.


É preciso ressaltar que a isenção ou desconto valem somente em relação ao valor da passagem, não incluindo taxa de embarque ou valores referentes a pedágios. Caso a empresa se recuse a conceder o benefício, o jovem pode solicitar um documento da transportadora no qual deve constar a data, a hora, o local e o motivo da recusa. 


Identidade Jovem


A Identidade jovem é destinada a pessoa com idade entre 15 e 29 anos que pertença à família com renda mensal de até dois salários mínimos, inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Segundo informações da Secretaria Nacional de Juventude, estima-se que a Identidade Jovem vai beneficiar cerca de 18,4 milhões de jovens de baixa renda.De acordo com o coordenador da Secretaria Nacional de Juventude, Henrique Resende Sabino, a regulamentação da Identidade Jovem nasceu com a aprovação do Estatuto da Juventude em 2013 (Lei 12.852). "A norma foi uma conquista da juventude brasileira, pois garantiu direitos para os jovens", destaca o coordenador.





Sem_T_tulo-1.jpg